quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Etapa única do Estadual de MTB Cross Country será realizada em Rio das Ostras


A pista é bem conhecida por ser palco da principal competição de MTB Cross Country do Estado do Rio da Janeiro. Dentro do Tayra Ecoparque, no Mar do Norte, a cidade de Rio das Ostras vai receber a etapa que vai definir os campeões estaduais, em um combate único.
“Temos que estar preparados pois não tem circuito melhor no estado. Muito técnico, preso e mostra o que é o verdadeiro cross country. Estou treinando há algumas semanas, buscando circuitos  técnicos.  O Estadual tem que ser a prova mais difícil. É uma disputa por um titulo que os atletas carregam por um ano inteiro. Não é questão de regularidade como no ranking. Vale seu dia, seu momento e sua dedicação para essa prova única”, comenta Everson Furtado, morador de Rio das Ostras, que estará competindo na prova, no dia 9 deste mês, na categoria Sub-40. Sua esposa, Mônica Furtado, estará competindo na Elite Feminino.
O ciclismo vive um momento especial em todo o mundo. Seja como equipamento de esporte ou como veículo de transporte, a bicicleta tem mostrado uma grande força, com um número de adeptos crescente e vários grupos se formando na cidade.
A cidade de Rio das Ostras possui um projeto chamado “Projeto Rio das Ostras Cidade Bike”, considerado o maior projeto indutor do Brasil. “Tudo é feito com um custo muito baixo. Conseguimos parcerias externas que sempre fortalecem nosso trabalho e nos ajudam a fazer provas com qualidade, sempre bem vistas pelos atletas. Esse estadual é uma contrapartida da Federação de Ciclismo do Rio diante do que a prefeitura tem apoiado os ciclistas da cidade. Sabemos que essa prova seria realizada em outra cidade, por conta da realização de provas nacionais precisou de ser direcionada para outro local. Não perdemos essa oportunidade de solicitar à Fecierj para que fosse realizada aqui. É uma chance de fortalecer nosso projeto com custo zero, deixando o Rio das Ostras Cidade Bike cada vez mais forte”, disse Raphael Thuin, Subsecretário de Esportes.
Para o presidente da Associação de Moradores de Mar do Norte , Pablo Medeiros, “é importante para o bairro e reflete o trabalho que já está sendo feito na cidade. Aquece o comércio o local, teremos 2 pousadas do bairro certamente lotadas, além de outras da cidade que também estarão recebendo atletas. É importante para a divulgação do bairro, que é referência em meio ambiente, pois temos aqui a Árie de Itapebussus, Parque Municipal e o próprio Tayra Ecoparque. É um esporte é ligado ao meio ambiente e faz a conscientização para preservação da área. Além de tudo isso, vem influenciando crianças, onde vemos várias delas rodando pelo bairro com suas mountain bikes”.
Essa prova é uma realização da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro com patrocínio da Amazonas Bikes, com apoio da Prefeitura de Rio das Ostras, O´Born, Systema e Tayra Ecoparque.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Estadual de Estrada 2014 será realizado em Macaé


A cidade de Macaé será o palco da competição mais importante do ciclismo estadual do ano de 2014, promete revelar novos campeões e consagrar o favoritismo de alguns que já estão fazendo história.

Uma prova que é sempre esperada pelos atletas, vai permitir que os campeões de cada categoria possam vestir a camisa de 'Campeão Estadual 2014' por 1 ano, representando o estado do Rio de Janeiro em provas nacionais e até mesmo internacionais.
O Campeonato Estadual de Estrada 2014 será realizado nos dias 18, com a prova de contra relógio individual à partir das 14h, e no dia 19, com a prova de estrada resistência à partir das 8h. O local será uma parte da Linha Verde com a largada e chegada próxima à rotatória da rua Professora Irene Meireles.
"Os atletas intensificam seus treinamentos para essa prova porque buscam a chance de representar o seu estado em provas específicas. Por outro lado são motivados pela chance de sustentar um título ou também pela chance de um patrocínio. A grande maioria são amantes do ciclismo, que praticam por prazer, que utilizam essas provas para atingirem os mais elevados níveis de conquistas pessoais, que dentro do esporte, faz o ser humano crescer. O ciclismo por si só está crescendo muito, tanto em volume quanto em importância. Vamos ter a chance de mostrar isso na pista que será feita na Linha Verde de Macaé”, comentou Claudio Santos, presidente da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro – Fecierj.
Macaé já recebeu, por 2 anos, etapas do ciclismo de rendimento na estrada, projetos de ciclismo no Moutain Bike, além de projetos de pedaladas urbanas e ‘offroads’. Trabalhos estão sendo realizados em parceria com a Fesportur, a Mobilidade Urbana e a Fecierj, para que a bicicleta possa ganhar espaço na cidade, como equipamento de transporte, que é sua vocação histórica natural.
As informações e regulamentos da prova estão no site da Fecierj, em HTTP://www.fecierj.org.br. Clique em calendário e acesse a prova. Já as incrições estão sendo realizadas pelo site da Bikebros. Basta acessar HTTP://www.bikebros.com.br e clicar no ícone de inscrições de provas.

O Campeonato Estadual de Estrada 2014 é uma realização conjunta da Prefeitura de Macaé, da Fesportur e da Fecierj.


terça-feira, 7 de outubro de 2014

D.O.R.A. e Audax 600km



Marcando território, o Desafio Off Road do Audax, conhecido como D.O.R.A., chegou para mostrar força fora das estradas e revelar uma 'Rio das Ostras' pouco conhecida. - Foto: Hamilton Cardoso

A temporada do Audax em 2014 mostrou força e números de crescimento, tanto na quantidade de participantes quanto na qualidade do evento. Sempre produzido pela Pedal Dois Cicloturismo, alguns com parceria da Inteligência Esportiva, todos tiveram apoio da Bikero, que é o grupo local da cidade de Rio das Ostras.
O fechamento do projeto Audax é a última prova da série, que e de 600km. Pensando em transformar o final de semana em uma festa extensiva, iniciando na sexta-feira até o domingo, Thiago Gomes lançou os Desafios de 60, 100 e 160km.
Pra fechar com chave de ouro, visando unir os ciclistas que amam a terra, a lama e as trilhas, o Audax foi com as suas regras para o meio do mato. E foi criado o Desafio Off Road do Audax, que foi apelidado de DORA.
"São muitos os ciclistas da região de Rio das Ostras e Macaé. Sempre tivemos muitos participantes da região no Audax, mesmo sabendo que a maioria é da terra, da trilha. Queríamos muito que esses trilheiros pudessem conhecer as regras do Audax, com isso resolvemos atender uma ideia de fazer um desafio off road", comentou Thiago.
Os trabalhos começaram com a busca de trilhas e estradas da região rural de Rio das Ostras para que um trajeto que ofertasse desafio pessoal aos participantes fosse criado. Algumas fazendas foram acionadas e prontamente foram liberadas.
"Os fazendeiros já entenderam a importância da nossa presença, pedalando por essas terras. As trilhas começaram a ser mais visitadas, os administradores começaram a receber mais noticias do interior das fazendas como animais mortos, cercas arrebentadas ou outro sinistro. Diminuíram os roubos e também a presença de caçadores". Dito por Eduardo Almeida, diretor da Federação de Ciclismo do Rio, morador de Rio das Ostras, que também é organizador do Projeto Rio das Ostras Cidade Bike, criador do trajeto do DORA.
Foram criados 2 trajetos, sendo o menor de 50km e o maior de 80km.
No domingo, dia 28 de setembro, a largada do DORA foi às 8h, com a presença de 182 participantes. Desses, 2 pedalantes partiram 30 minutos antes, com bom ritmo, abrindo as tronqueiras e porteiras, enquanto outros 3 foram responsáveis pelo fechamento e também por dar apoio mecânico. Pelo seu perfil pessoal, Caryl Chessman: "eles além de reparem minha bike (a corrente partiu) rapidamente ainda me escoltaram nos últimos 20 km por conta das câimbras que estava sentindo nas pernas. Eles foram meu anjo de guarda. Sempre do meu lado. Se eu completei os 80km eu devo a eles".
Uma pedalada com um perfil de prova de maratona. Mas era apenas a cara. O espírito era a regularida das regras do Audax. Munidos de passaportes, os atletas deveriam passar pelos Postos de Controle (PC's) e também pelo PC's virtuais, para que pudessem receber suas medalhas e certificados.
"Tenho certeza que muitos conheceram de perto a proposta do Audax e certamente isso aumentará o número de participantes do asfalto", fechou Thiago.
O evento recebeu destaque dos participantes pela qualidade da sinalização e a fartura de hidratação.


 Ambiente rural com paisagens bucólicas rodeavam os participantes durante todo o desafio. - Foto: Hamilton Cardoso

O clima de festa foi do início, do momento em que os participantes receberam uma oração feita pelo Pastor Fernando, ainda alinhados sob o pórtico de largada, clamando por livramentos e para que tudo fosse bem, até o final, onde muitos ficavam conversando com seus amigos que participaram do evento, sem nenhuma pressa de irem para suas casas.
O DORA certamente terá vida longa e vai prometer novos desafios em 2015.


Participantes de várias cidades do estado paravam para tirar fotos ao longo do trajeto, aproveitando o tempo de regularidade do desafio. - Foto: Hamilton Cardoso

Fotos do evento podem ser vistas no site do Audax:
http://www.rio.audax.org.br/2014/09/tudo-que-rolou-no-encerramento-da.html

Mais fotos podem ser vistas nos perfis de alguns participantes.
Se você é usuário do Facebook, acesse logado:

Alex Amorim:
https://www.facebook.com/alex.amorim.7140497/media_set?set=a.1485219955098081.1073741855.100008302725745&type=3

Guilherme Barbosa:
https://www.facebook.com/patygui.barbosa.3/media_set?set=a.307503602770945.1073741830.100005339228258&type=3

Anderson Cota:
https://www.facebook.com/anderson.cota/media_set?set=a.696354353775054.1073741833.100002014881595&type=3

Rafael Barbosa:
https://www.facebook.com/rafaeldiver/media_set?set=a.815648518486997.1073741842.100001255695782&type=3



Audax 600km

 Dos 27 atletas ciclistas que largaram, 22 completaram o desafio de 600 Km.- Foto: Mauricio Rocha

A distância entre Rio das Ostras e São Paulo é de 587,1 Km, um pouco menos do que encararam os superatletas que participaram do Audax 600 Km, prova internacional de ciclismo realizado neste fim de semana. O percurso passou pelos municípios de Macaé, Quissamã, Campos, Casimiro de Abreu, Cabo Frio e Búzios, com a largada e a chegada em Rio das Ostras. Dos 27 ciclistas que encararam o desafio, 22 completaram a prova e estão classificados para o Giro do Chimarrão, de 1 mil km, que acontece em outubro, em Porto Alegre. A prova gaúcha é indispensável para o Audax Paris, que acontece, em 2015, na França. A prova marcou o fim da temporada do Audax no Rio de Janeiro.
O primeiro atleta a completar o percurso foi o engenheiro mecânico carioca Fred Campos com o tempo de 28h50, chegando ao local por volta de 2h50 deste domingo, 28. Para ele, seu conhecimento profissional fez a diferença na prova. “Segui o que tinha planejado na planilha, que estava fixada no quadro da bicicleta. Ela indicava os locais onde eu teria vento a favor ou contra, por exemplo. A palavra que define bem esta prova é a cautela. Poderia ter corrido mais rápido, mas preferi manter os 20 km/h. Parei para descansar quatro vezes, somente por 15 minutos e segui rigidamente o que foi planejado, ao todo parei por 4h50 e fiz 24h de pedal”, explicou.
A largada aconteceu na sexta, 26, na Lagoa de Iriry. Antes da prova, os médicos Jorge Boldasso e Elson Ricardo Fernandes, de Dourados, no Mato Grosso do Sul, estavam empolgados com a perspectiva de enfrentar o desafio. “Dizem que a gente é maluco por encarar 600 Km. Mas acho que maluco é quem fica o fim de semana no sofá vendo televisão aos domingos”, divertiu-se Boldasso.
O organizador do evento, Thiago Gomes, da Pedal 2, faz um balanço da temporada do Audax. “A temporada foi positiva. Levamos o Audax para os quatro cantos do Estado e trouxemos muitos novos participantes para as provas. Movimentamos mais de mil ciclistas em 2014, mesmo em ano de Copa no Brasil. Rio das Ostras já é vista Brasil afora como um exemplo a ser seguido. A bicicleta é um tipo evento que a cidade recebe e deixa frutos, pois a cada prova mais moradores se tornam ciclistas”, destacou.


 O engenheiro mecânico Fred Campos foi o primeiro a completar o Audax 600 Km em 28h50. - Foto: Maurício Rocha


Os amigos médicos Elson Ricardo Fernandes e Jorge Baldasso vieram de Dourados, no Mato Groso do Sul, para encarar os 600 Km do Audax. - Foto: Mauricio Rocha
Desafios
Além da prova principal, foram realizados os desafios de 50 Km, 60 Km, 80 Km, 100 Km e 160 Km para atletas que preferiram distâncias menores. A grande novidade desta edição é o Desafio Off Road do Audax, o DORA, que surpreendeu os participantes ao percorrer os encantos da área rural do Município, passando por trilhas, matas, fazendas e estradas de terra nas localidades de Califórnia, Cantagalo e Rocha Leão.


O Audax é uma prova realizada pelas Secretarias de Esporte e Lazer e de Turismo, com a organização da Pedal 2, apoio do grupo BikeRO e do Rio das Ostras Convention Visitors Bureau, e supervisão da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj).


CIDADE BIKE
O Audax faz parte das iniciativas do projeto Rio das Ostras Cidade Bike, cujo objetivo é estimular o ciclismo como prática, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população, além de promover a sustentabilidade e a mobilidade urbana. O projeto também visa incluir Rio das Ostras como zona de aclimatação olímpica para delegações estrangeiras para os Jogos do Rio 2016.

______
Texto: 

Leonardo Necco- PMRO/SECOM
Eduardo Almeida - Bikero